LIFESTYLE//

Por

As (minhas) semanas de moda

Alôôôôu, gente! Depois de um sumiço louco, eu voltei (e agora é pra ficarrr, hah). Os últimos dias foram os mais corridos da vida, de muuuuito trabalho: numa maratona de semanas de moda, começando pelo SPFW e terminando Fashion Rio, com um dia de descanso entre os dois. E é sobre isso que eu quero falar aqui hoje – não é desabafo, nem uma grande reflexão, mas uma observação. Venham comigo ;)

g-garance-dore

Fiquei quase meio mês fora, andando por lugares em que a moda deveria ser início, meio e fim, mas pouca coisa do que eu vi mexeu comigo a ponto de querer mostrar aqui no GG. Minto: as passarelas, sim, tiveram um movimento interessante e mais maduro – recomendo dar uma passeada pelo FFW para ver de perto as coleções e ler o texto da jornalista Vivi Whiteman Vai vestir o que, Brasil brasileiro?“. E olha como ela termina:

A moda, seu imaginário multicolorido da carochinha, seus namoros superficiais com diversas esferas do conhecimento, sua tecnologia, seu sistema de negócios e sedução etc Tudo isso vai muito além dos “looks do dia” e dos manuais simplificados de “tá usando”.

Pois aí entra o meu segundo ponto: do lado de fora dos desfiles, essas duas aspas da Vivi atingiram proporções bizarras. Um universo de meninas cheias de tendências, e todas tão iguais. O que me fez lembrar de quando outra jornalista de moda, a editora-guru Suzy Menkes, comparou essas meninas a pavões, usando a expressão fashion circus para descrever a porta de um desfile. “É o mercado de exibidos esperando para serem escolhidos ou rejeitados pelos fotógrafos”, disse ela.

E é exatamente nessa brecha, que já nem é mais brecha de tão cheia que ficou, que estão as blogueiras. Com suas câmeras penduradas, posando e tirando fotos, usando ~a moda, se multiplicando por minuto. Sei que nem todo mundo que estava lá tem blog – embora desconfie que seja uma boa porcentagem. Também não estou falando que isso não é legítimo: acho ótimo que cada vez mais pessoas tenham acesso ao que acontece dentro de um mundo tão restrito, que é o da moda, mas quando o que está lá vira algo que só está lá para aparecer, sem nenhum outro sentido, sinto que tem coisa errada.

fashion-week-monster1

Claro que existem blogueiras fazendo um trabalho muito sério, olhando para além do umbigo e colocando a moda em discussão. Voltando para a Vivi: bacana para ela seria ver nascer uma nova geração de blogueiras. “Em vez dos pavõezinhos de circo que pipocam dia e noite por aí, um pavão misterioso, capaz de levar para o universo do blog a capacidade de análise de Suzy e de outros pensadores da moda. Moças capaz de ir além das vitrines, de falar de estilo com racionalidade e sentimento“. Não seria demais, gente?

Uma das minhas blogueiras preferidas, a Leandra Medine do Man Repeller, questionou: o que está acontecendo com a parte do “estilo pessoal” de manter um blog de “estilo pessoal”? Depois dessas duas semanas de moda, poderia ir além: QUEDÊ O ESTILO PESSOAL? É como a frase antiga da editora Diana Vreeland: não se trata do vestido que você usa, mas da vida que leva no vestido. E é isso o que falta para muita gente – preencher o que tem ali dentro da roupa. Outra lembrança pertinente: um post da Julia Petit de janeiro de 2012, durante um SPFW, falando sobre gurias que parecem cópias das imagens que vemos nos sites de street style gringos. O título do artigo era Zombieland (!).

swimwear

Mas eu sei que não adianta pirar: o negócio é pensar e tentar fazer diferente. Provocar. Agir. Já falei tanto aqui, e agora quero saber qual a ideia de vocês sobre isso. E para fechar o post com quem sabe das coisas, Regina Guerreiro: “Se todo mundo está sempre igual, o mundo fica muito chato”.

Beijo!

*Em tempo: para quem perdeu, vale ler o post da Ester – Refletindo… – mais focado nessa mesmice dos blogs.

Ilustrações: Garance Doré

ACHADOS//

Por

Garimpo bom é garimpo na Bonprix!

Meninas, vocês sabem que garimpar boas ofertas é com a gente mesma, né? Se tem uma coisa que não abrimos mão nessa vida é procurar, fuçar, pesquisar e encontrar achadinhos de moda e beleza que valham a pena dividir com todas as leitoras, seja pela novidade, pelo custo-benefício ou pela qualidade! Há pouco tempo, fomos apresentadas ao e-commerce Bonprix e sua variedade de peças nos chamou muito a atenção! Aliás, para sermos bem sinceras, ficamos um tanto quanto pasmas com o vasto acervo, com as tendências, e ACIMA DE TUDO, com os preços supercamaradas que encontramos. Sabe aquele site que a gente enche a sacola de verdade? Adoramos! 

Tem saias de tudo que é modelo, vestidos longos, curtos, de festa, para o dia a dia, camisas, blusas, camisetas, lingerie, moda praia, moda fitness, peças para gestantes e até plus size! Ufa! É mesmo demais! Dá para navegar horas e fazer excelentes garimpos a preços inacreditáveis ;)

E o site tem também uma tabela de medidas pra ajudar a escolher o tamanho ideal dos looks sem erro.

CÓDIGO PROMOCIONAL + DESCONTO!

O melhor de tudo isso (e para completar ainda mais essa boa novidade), é que a Bonprix resolveu fazer uma parceria com o Glamour de Garagem YEY, possibilitando que nossas leitoras em suas compras obtenham mais desconto em cima das peças. Sente o privilégio: para cada compra a partir de R$30,00, você ganha R$15,00 de desconto *Is this real life? Quer mais bagatela que essa? 

Para ter direito ao desconto, você só precisa utilizar o código promocional na hora de efetuar o pagamento. O código para as leitoras do Glamour de Garagem é -> 18007

A Taidje selecionou algumas peças que ela mais amou da nova coleção pra mostrar para vocês: na preparação para o inverno que vai chegar, ela escolheu um casaco estruturadinho vermelho – lindo para levantar as produções mais sóbrias dos dias frios; camisa com estampa floral invernal e detalhe de princesa nos ombros; e tricô nude vazado cheio de estilo e charme!

BONPRIX

Meninas, vale lembrar que essa promoção para utilização do código promocional do GG na Bonprix é válida até dia 01/06! Ou seja, muito tempo para escolher e se esbaldar nessas ofertas, né? Vamos renovar o guarda-roupa e ficar prontinhas para a próxima estação?

BELEZA//

Por

Dicas caseiras: evitando unhas quebradiças!

Muitas mulheres sofrem com as unhas quebradiças e simplesmente não conseguem fazer com que elas cresçam sem quem descamem ou quebrem as pontinhas. Alguém passa por isso? Eu já passei muito, apesar de respeitar os limites da natureza e gostar das minhas unhas mais curtas…

cuidadocomasunhas

No entanto, mais do que apenas deixar crescer por uma preocupação estética, é preciso cuidar da saúde da unha. Dia desses ouvi uma explicação sobre dicas e rotinas de cuidados que devemos seguir para prevenir a quebra ou a descamação e resolvi dividir com vocês. Muitas vezes a fraqueza da unha pode ser efeito de uma dieta fraca em nutrientes ou de cuidados errados…

ATENTE!

- Nunca, mas nunca corte as suas unhas, pois acredite se quiser, isso as deixa mais fracas e passíveis de quebra. A melhor solução é lixar sempre, duas vezes por semana, com uma lixa normal de cartão/papelão. Evite as lixas de metal, pois são mais ásperas.

- Sempre lixe as suas unhas na mesma direção para prevenir a quebra.

- Enriqueça sua dieta com bastante vitamina E: nozes e castanhas, semente de girassol, abacate e tomate. Além disso, beba leite e seus derivados, assim como ovos. Atenção: se a sua unha fica amarelada e ressecada isso pode ser sinal de deficiência de vitamina B12.

- Faça massagens nas unhas com vaselina ou então com azeite de oliva todas as noites antes de dormir. Assim como a pele e o cabelo, as unhas também são feitas de queratina e precisam de hidratação e nutrição.

- Cuide das unhas quando for fazer qualquer trabalho manual ou doméstico. Por exemplo, sempre use luvas protetoras antes de lavar a louça – a água quente amolece a unha e facilita a quebra.

- Evite removedores de esmalte com ACETONA, ela é altamente nociva e enfraquece as unhas.

Em tempo: Há alguns meses compartilhei no meu instagram um produtinho maravilhoso da Mavala, o Mavala Scientifique, que me ajudava na luta contra a descamação. Realmente é ótimo, aplicava sempre que ia na manicure, por baixo da base. Funcionou muito pra mim e acho que vale a pena para quem procura um produto bom e protetor para complementar. :)

mavalascientifique

Alguém mais tem segredinhos para proteger as unhas?

LIFESTYLE//

Por

Mood do fim de semana!

Bom dia, meninas! Finalmente a sexta-feira chegou e com ela as vontades para o finde que vem aí. Como foi uma semana de muito trabalho e correria, acumulei muitas e resolvi juntar para contar nesse post: tem um pouquinho de tudo! Espero que vocês curtam!

finde_tai

1. Um disco para ouvir: dei mais atenção para a Céu depois de ver o Superbonita especial de São Paulo, em que ela falava sobre a mulher paulistana. Aí corri para baixar alguns álbuns e me encantei pelo show dela cantando “Catch a Fire”, álbum do The Wailers e Bob Marley. Vale muito o play!

2. Um livro para ler: estou em dívida com a tag dos livros do mês aqui no blog, eu sei, mas prometo que vou recuperar em março! Quero começar já o Só garotos da Patti Smith, porque é o livro da vida de várias pessoas que eu curto, e tenho um bom pressentimento sobre meu encontro com ele, hehe

3. Um filme para assistir: quando vi o trailer de Starlet (trailer aqui), já senti que tinha uma vibe que eu gosto: filme independente que fala de sentimentos – meio Sophia Coppola, será? Apesar de ser de 2012, a estreia aqui em Porto Alegre foi hoje – o nome em português é Uma estranha amizade. E tem um chihuahua, adoooro! 

4. Um lugar para visitar: vou para São Paulo no domingo e não posso deixar de ir na exposição do David Bowie, que está rolando no MIS. Não só por ser um dos meus cantores favoritos (ou O TOP), mas por eu admirar o papel dele na música, na moda, ter uma tattoo dedicada, haha, ainn me derreto – e a caneca foi um presente da Lanna, que sabe do meu amor

5. Um look para usar: só se falou sobre isso na última semana, e não só nas redes sociais: a nova coleção da Farm em parceria com a Adidas é um sucesso. Já tinha falado em casa sobre minha paixão pelas jaquetas e ganhei de presente do namors no dia do lançamento. Nem preciso dizer que morri e quero usar todo dia, né?

6. Um seriado para ver: com a correria, acabei não conseguindo ver a season finale da terceira temporada de Girls (baixo daqui). Já posso adiantar que essa foi a que eu mais curti, porque acho que tanto os dilemas quanto os personagens amadureceram. Preciso terminar e de amanhã não passa!

E vocês, meninas, querem o que para esse finde?

Beijos!